Postado em 14/11/2019

“Pólen” - Rapper RT Mallone lança álbum na Praça Antônio Carlos em JF

Neste sábado (16), o público poderá conferir seu trabalho na Praça Antônio Carlos – Centro, onde fará o lançamento de seu álbum “Roho Tahir”.

“Pólen” - Rapper RT Mallone lança álbum na Praça Antônio Carlos em JF

Aos 24 anos, o rapper juiz-forano RT Mallone é um dos artistas mais promissores da cena hip-hop brasileira. Morador no Bairro São Benedito, trabalha com letras que tratam da realidade na periferia e da autoestima do negro. O jovem tem ganhado espaço e arrancado elogios de artistas como Emicida, Don L e BK. Neste sábado, 16, às 17 horas, o público poderá conferir seu trabalho na Praça Antônio Carlos – Centro, onde fará o lançamento de seu álbum “Roho Tahir”. O show é parte da programação do “Pólen – Movimento de Intercâmbio Cultural”, promovido pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio da Fundação Cultural “Alfredo Ferreira Lage” (Funalfa), e terá participações especiais de Negus, Muxima MC, Brackes Mallone, Everton Beatmaker e Makoomba, entre outros artistas.

RT ingressou no rap em 2012, participando de batalhas de MCs. Rapidamente ganhou nome no hip-hop local. Em 2016 lançou o freeverse “42 Kaytranada Freestyle” e, no mesmo ano, entrou para o selo Artefato (SP). Participou do álbum “Oceano”, do rapper Nego E (hoje Negus,) do single AYA (com Jé Santiago, Sadiki e Nego E) e, em 2017 lançou seu primeiro single pela Artefato, intitulado “Sol de Dentro”, muito bem aceito pelo público.

Seu primeiro álbum, a mixtape “Vendedor de Sonhos”, de 2018, entrou em sétimo lugar na lista de “melhores álbuns de rap” do site RapShit. Em 2019, RT não parou de crescer, com os lançamentos do clipe de “Mundo Novo”, do produtor Egydiio, com participação de Isis Orbelli, e “Orgulho”, que se tornou um hino das batalhas de MCs por onde passou, além do freeverse “Longe de Casa”, rimado sobre a base icônica de “Maad City”, do Kendrick Lamar.

Seu mais recente trabalho, “Roho Tahir” (“roho” = “pura” em suahíli, e “tahir” = alma, em egípcio) é considerado pelo público e pela crítica um dos melhores trabalhos de 2019. O disco aparece em 14º lugar na lista “Red Bull Melhores do Ano”, ao lado de nomes como Djonga, Fresno e Elza Soares. A faixa “Ponto Cego” também se encontra bem posicionada no mesmo ranking.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Funalfa - 3690-7044


Fonte: PJF