Postado em 17/04/2019

Jardim Botânico da UFJF recebe primeiro grupo escolar para visita

Alunos da Escola Municipal Conceição Aparecida Rosso, de Simão Pereira (MG), fizeram a primeira visita escolar ao espaço.

Jardim Botânico da UFJF recebe primeiro grupo escolar para visita

A manhã desta terça-feira, 16, foi de animação e conhecimento no Jardim Botânico da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Mais de 30 alunos da Escola Municipal Conceição Aparecida Rosso, de Simão Pereira (MG), fizeram a primeira visita escolar ao espaço.

No percurso, as crianças do 4º ano do ensino fundamental puderam explorar diferentes áreas do Jardim, conhecendo de perto espécies típicas da Mata Atlântica. O monitores do passeio também apresentaram às crianças informações sobre a história e os mitos sobre a fauna e a flora locais, além das estruturas do Jardim. O contato com a natureza foi o que mais atraiu Leandro Henrique dos Santos, de 10 anos, que pretende ser cientista quando crescer. “Nunca vi uma mata assim na vida, só tinha visto cidade. É muito bonita, fiquei muito animado de poder explorar aqui.”

O grupo escolheu o roteiro livre, que permite aos visitantes uma maior liberdade em relação ao percurso da caminhada. A visita explorou desde sociedades animais, como a de formigas, até as relações entre as espécies, como o parasitismo e o mutualismo. À medida que as dúvidas dos alunos surgiam, o instrutores adequavam as repostas de acordo com as expectativas do grupo.

Com várias dúvidas e brincadeiras ao longo do caminho, os alunos se interessaram pela biodiversidade do local, principalmente com as espécies que não são tão comuns nas cidades. Fernando de Araújo, de 10 anos, diz que gostou de tudo do Jardim, mas principalmente dos caramujos nativos e aranhas que ficam perto do lago.

Se para os alunos visitar o Jardim representa um momento de conhecer de perto um fragmento de Mata Atlântica mais preservado, para os professores a visita é uma oportunidade de trazer para o cotidiano das crianças assuntos abordados em sala de aula. Para o professor de inglês da escola, Janilton Castro dos Santos, a visita apresenta uma nova realidade para os pequenos visitantes. “É importante a gente trabalhar com uma proposta pedagógica que leve para os alunos a importância da questão ambiental, que está muito em voga na sociedade. A gente precisa conhecer para preservar, então é muito importante que tenham esse contato que o Jardim oferece”.

Até o fim de junho, ao menos 45 escolas passarão pelo Jardim Botânico, em duas visitas ao dia, de terça a sexta-feira. A visitação faz parte do programa de educação ambiental, um dos alicerces do espaço segundo o vice-diretor do Jardim, Breno Moreira. “Uma das grandes funções do Jardim é em relação à conscientização ecológica dos visitantes. O espaço gera um sentimento de pertencimento à biodiversidade com essa interação com a floresta, com a fauna. A gente procura com isso despertar no visitante uma vontade de preservar o meio ambiente.”

Todas as vagas para as visitas escolares estão preenchidas para o primeiro semestre. O agendamento de novos grupos escolares para o segundo semestre será divulgado a partir de junho.


Outras informações: Jardim Botânico



Fonte: UFJF