Postado em 30/11/2018

PRF retifica edital de concurso e número de vagas em Minas cai de 57 para 9

A retificação foi publicada na noite desta quinta (29), e houve alteração no total de vagas também para outros estados.

PRF retifica edital de concurso e número de vagas em Minas cai de 57 para 9

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) retificou o edital de seu concurso para policial rodoviário, publicado na manhã de quarta-feira (28), e reduziu de 57 para 9 o número de vagas para Minas Gerais. A retificação foi publicada na noite desta quinta (29), e houve alteração no total de vagas também para outros estados.

Em relação a Minas, das nove vagas, seis são destinadas a ampla concorrência, duas para candidatos negros e uma para pessoas com deficiência.

Entre as principais justificativas para as mudanças, a PRF citou, em nota oficial, a adequação às normas federais que tratam sobre cotas, a realização de exames psicológicos e toxicológicos complementares e a escolha da banca examinadora.

Inscrições

As inscrições estarão abertas do dia 3 a 18 de dezembro e poderão ser feitas exclusivamente no site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE) da Universidade de Brasília (UNB), organizador do concurso. A previsão é que as provas objetiva e discusiva sejam realizadas no dia 3 de fevereiro de 2019.

Clique para para ter acesso ao edital do certame, no site do Cespe, também destinado às inscrições a partir de 03/12.

A taxa é de R$ 150 e podem pedir isenção os candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), membros de família de baixa renda ou doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Para se candidatar, é necessário ter graduação de nível superior em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitação de categoria "B", sem restrições de locais e horários para dirigir, além de não possuir observação de adaptação veicular. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Provas

O concurso conta com prova objetiva, prova discursiva, exame de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, avaliação de títulos e investigação social, realizada pela própria PRF. Os classificados depois passam por um curso de formação profissional.

A prova objetiva abordará questões de língua portuguesa, raciocínio lógico-matemático, informática, noções de física, ética no serviço público, geopolítica brasileira, história da PRF, legislação de trânsito, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e de direito processual penal, legislação especial e direitos humanos e cidadania.

Confira o total de vagas por estado após a retificação do edital

Acre (17 vagas)

Amapá (28 vagas)

Amazonas (23 vagas)

Bahia (17 vagas)

Goiás (27 vagas)

Maranhão (18 vagas)

Mato Grosso (57 vagas)

Mato Grosso do Sul (35 vagas)

Minas Gerais (9 vagas)

Pará (81 vagas)

Piauí (22 vagas)

Rio de Janeiro (10 vagas)

Rio Grande do Sul (23 vagas)

Rondônia (74 vagas)

Roraima (15 vagas)

São Paulo (19 vagas)

Tocantins (25 vagas)

Fonte : Rádio Muriaé / Estado de Minas