Postado em 15/06/2018

Polícia Federal abre concurso com 500 vagas

Remunerações variam de 11.983,26 a R$ 22.672,48.

A polícia Federal tornou público edital para a realização de concurso público para provimento de vagas 500 vagas nos cargos de DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL, PERITO CRIMINAL FEDERAL, AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL, ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL e PAPILOSCOPISTA POLICIAL FEDERAL.

Cargos

DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL:

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial.

A remuneração inicial é de R$ 22.672,48 e a jornada de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.


PERITO CRIMINAL FEDERAL:

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, de um dos seguintes cursos: Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia de Redes de Comunicação, Análise de Sistemas, Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Engenharia de Redes de Comunicação, Informática, Engenharia Agronômica, Geologia, Engenharia Química, Química Industrial, Química, Engenharia Civil, Engenharia Florestal, Medicina ou Farmácia.

A remuneração inicial é R$ 22.672,48, e a jornada de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL:

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

A remuneração inicial é R$ 11.983,26, e a jornada de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL:

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

A remuneração inicial é R$ 11.983,26, e a jornada de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

PAPILOSCOPISTA POLICIAL FEDERAL:

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo
MEC.

A remuneração inicial é R$ 11.983,26, e a jornada de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Os candidatos a todos os cargos devem também possuir carteira nacional de habilitação, categoria "B", no mínimo, ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional, ter aptidão física e mental e estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, dentre outros pré-requisitos descritos no item 3 do edital.

Inscrições

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, no site do Cebraspe, entre 10 horas do dia 19 de junho e 18 horas do dia 2 de julho de 2018 (horário oficial de Brasília). Já o valor da taxa de inscrição será de R$ 180,00 ou R$ 250,00, de acordo com o cargo pretendido.

Etapas

A primeira etapa será composta de: provas objetiva e discursiva, que serão aplicadas no dia 19 de agosto de 2018, em turnos e durações diferenciados, a depender do cargo pretendido; exame de aptidão física; prova oral (esta somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal); prova prática de digitação (somente para Escrivão de Polícia Federal); avaliação médica; avaliação psicológica; e avaliação de títulos (somente para os cargos de Delegado de Polícia Federal e de Perito Criminal Federal).

A segunda etapa do concurso consistirá de Curso de Formação Profissional, realizado no Distrito Federal, sob a responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.
A classificação será feita com base na nota obtida no Curso de Formação Profissional e será obedecida para efeito de escolha de lotação dos candidatos. O edital prevê que, para a escolha de lotação, serão disponibilizadas vagas, preferencialmente, nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e em unidades de fronteira.