Postado em 14/09/2021

Pesquisadores da UFJF convocam voluntários para estudo sobre sintomas pós-Covid

Interessados em se voluntariar devem preencher um formulário on-line que, inicialmente, está aberto para pessoas que passaram por internação.

Pesquisadores da UFJF convocam voluntários para estudo sobre sintomas pós-Covid
Foto: Twin Alvarenga/UFJF

Com o objetivo de oferecer um programa de reabilitação cognitiva para pacientes sobreviventes da Covid-19, pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) estão convocando voluntários para participar de um estudo sobre avaliação e reabilitação neuropsiquiátrica de pessoas que tiveram a doença e, posteriormente, apresentaram problemas cognitivos, como perda de memória e confusão mental. Os interessados em se voluntariar devem preencher um formulário on-line que, inicialmente, está aberto para pessoas que passaram por internação, seja em CTI ou UTI, devido a sintomas graves de Covid-19.

A pesquisa, intitulada “Ensaio clínico sobre o efeito da reabilitação cognitiva em indivíduos com Covid-19 grave”, é coordenada pela pesquisadora Nadia Shigaeff, do Departamento de Psicologia do Instituto de Ciências Humanas (ICH), e é realizada por meio de uma parceria entre o Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Neuropsicologia e Gerontologia e o Núcleo de Pesquisa em Neurologia do Programa de Pós Graduação em Saúde (PPgS) da UFJF.

“O participante terá acesso gratuito a um tratamento especializado, que não existe ainda no Sistema Único de Saúde (SUS) e que tem um custo elevado na rede privada, além de poder contribuir ao desenvolvimento do estudo para que mais pessoas possam ser auxiliadas futuramente”, afirma Nadia Shigaeff. É garantido o sigilo de toda e qualquer informação oferecida pelo participante, sendo as mesmas utilizadas somente para os fins da pesquisa.

Nadia, que também é coordenadora da Liga de Neurociência da UFJF, explica que a avaliação e a reabilitação cognitiva auxiliam no diagnóstico clínico e na recuperação das dificuldades cognitivas – no caso de demências, pode auxiliar, inclusive, na desaceleração da progressão da doença, tornando os indivíduos mais independentes e, com isso, aumentando a qualidade de vida. “Além de auxiliar os pacientes na recuperação de suas habilidades cognitivas, o estudo visa contribuir para o conhecimento científico a fim de entender se as lesões causadas pelo vírus da Covid-19 são passíveis de remissão”, afirma a professora. A hipótese do estudo é de que o paciente pode recuperar as habilidades comprometidas através desses tratamentos.

Esforço científico para compreender e tratar as sequelas da Covid-19

A pandemia gerou um esforço de cientistas de diversas áreas ao redor do mundo e, por mais que os estudos estejam em estado avançado, ainda há diversas complicações da doença a serem desvendadas. Uma das abordagens teóricas a respeito das lesões cognitivas entende que o SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19, possui, em sua membrana, diversas glicoproteínas que interagem com a angiotensina-2, uma enzima conversora presente em diversos locais do corpo humano, inclusive no cérebro.

O caminho do vírus, que passa pelas vias aéreas e atinge o sistema nervoso central, é curto e eficaz. Outra forma de comprometimento nervoso causado pelo SARS-CoV-2 se dá pelo seu aspecto neurotrópico e neuro invasivo, rompendo a barreira hematoencefálica e provocando uma resposta imunológica. A “tempestade de citocinas” que tenta combater a infecção acaba por gerar um processo inflamatório, ocasionando a morte de neurônios e outras células importantes do cérebro responsáveis por atividades motoras e pela manifestação da memória.

Estudos similares

Um estudo similar produzido recentemente pelo Instituto do Coração (InCor) revelou que 80% do grupo de participantes, composto por pessoas de diferentes idades que contraíram Covid em graus distintos da doença, apresentaram sintomas de disfunção cognitiva. Já outro estudo, este da Unicamp, apresenta dados preliminares que sugerem que, mesmo em casos leves, a doença pode causar alteração no padrão de conectividade funcional do cérebro, num episódio de “curto-circuito” sináptico.


Fonte: UFJF
 
Foto: Twin Alvarenga/UFJF

Leia Mais

MG tem vários concursos abertos, com 4.537 vagas e salários de até R$ 15,9 mil


Minas Gerais tem 29 concursos abertos ou com editais publicados no momento, alguns com salários chegando a R$ 15,9 mil. São, ao todo, 4.537 vagas ofertadas.

Fhemig abre processos seletivos em unidades na capital e no interior de Minas


Vagas são para o Cepai, em BH, o MG Transplantes, no Vale do Aço, e o HRAD, em Patos de Minas.

MG tem vários concursos abertos, com salários de até R$ 15,9 mil


Minas Gerais tem 35 concursos abertos ou com editais publicados no momento, alguns com salários chegando a R$ 15,9 mil. São, ao todo, 5.556 vagas ofertadas.

Fhemig abre diversas vagas para profissionais na capital e no interior


Além de profissionais da saúde, vagas incluem cargos do setor administrativo e do Direito.

Secretaria de Saúde de Juiz de Fora abre cadastro de currículo para contratação temporária


Interessados devem ter formação na área médica e comprovar as especialidades exigidas.

Caixa abre concurso exclusivo para pessoas com deficiência


Prova será aplicada em 31 de outubro.

Inscrições abertas para o Quadro Técnico de Praças da Armada até dia 26 de setembro


A oferta é de 20 vagas de nível médio técnico, voltadas para profissionais que irão atuar na operação e manutenção de submarinos e instalações nucleares da Marinha.

Concursos públicos oferecem 47.619 vagas com salários de até R$ 32 mil; veja vagas


Concursos públicos oferecem pelo menos 47.619 vagas em todas as regiões do país. Há oportunidades em vários cargos, destinadas a candidatos de todos os níveis de escolaridade. O concurso com remuneração mais alta é para a Procuradoria-Geral do Estado de Goiás (PGE-GO), com salário de R$ 32 mil.

JF: Cesama lança concurso com vagas para níveis médio, técnico e superior nesta quarta, 1º


No total, serão oferecidas 18 vagas, além da formação de um cadastro de reserva.

UFJF oferece 30 vagas para cursos de mestrado e doutorado em Linguística


As inscrições devem ser realizadas entre 8 de setembro e 4 de outubro, gratuitamente, por meio eletrônico.

Estado abre edital com mais de 2,4 mil vagas para a Policial Penal de MG


Publicação aguardada por candidatos é resultado do esforço do Governo de Minas para fortalecer o sistema prisional mineiro. Salário inicial é de R$ 4.631,25.

Romeu Zema anuncia concurso público para a Polícia Civil


Serão até 684 vagas para todas as categorias da instituição, que vão reforçar a segurança em todo o estado.

Pandemia leva PF a adiar concurso para preencher 1,5 mil vagas


Provas devem ser realizadas em maio, diz comunicado.

Ebserh reabre inscrições de contratação temporária com vagas para o HU-UFJF


Há oportunidades para Medicina do Trabalho, plantonistas e intensivistas.

Google abre inscrição para estágio; estudante poderá trabalhar 100% de casa


O Google Brasil abriu inscrições para seu programa de estágio para 2021. Como os estudantes poderão estagiar de maneira totalmente remota, universitários do país todo poderão participar do processo. Até este ano, as vagas eram para trabalhar no escritório da empresa, em São Paulo.
Saúde
Ciência