Postado em 02/03/2021

PJF inicia pré-cadastro de profissionais da saúde com 50 anos ou mais na ativa

O pré-cadastramento ajuda a agilizar o processo de vacinação nos locais de atendimento e contribui com a lisura de todo processo de vacinação.

PJF inicia pré-cadastro de profissionais da saúde com 50 anos ou mais na ativa
Foto: Divulgação PJF

A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) começa a realizar o pré-cadastramento dos profissionais de saúde com 50 anos ou mais que estejam na ativa para a vacinação contra o coronavírus no site da Prefeitura de Juiz de Fora, a partir desta terça-feira, 2. O pré-cadastramento ajuda a agilizar o processo de vacinação nos locais de atendimento e contribui com a lisura de todo processo de vacinação.

Este grupo inclui todos os profissionais de saúde que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência à saúde, sejam hospitais, clínicas, ambulatórios e outros locais, nas redes pública e privada e que não foram vacinados até o momento. Os profissionais autônomos também serão atendidos. As diretrizes seguem o Informe Técnico do Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

A abertura do pré-cadastro para essa faixa de idade não significa que todo o público compreendido entre 50 e 59 anos serão vacinados no mesmo período, uma vez que o pré-cadastramento serve para mensurar o quantitativo de profissionais de saúde compreendido nesta faixa etária. A partir deste levantamento, e com o indicativo de quantas doses o município receberá, será possível fazer a adequação de quantos profissionais de saúde, por idade, serão vacinados.

A subsecretária de Vigilância em Saúde, Cecília Kosmann, ressalta que todos os profissionais de saúde ativos serão contemplados com a vacinação, entretanto, a ampliação da cobertura desse público será gradativa, conforme disponibilização de vacinas pelo Governo Federal. “A vacinação de profissionais de 60 anos ou mais já foi realizada. A intenção é ir baixando a idade de forma gradativa até completar a vacinação de todos os profissionais e trabalhadores da saúde”, destaca.

No momento da vacinação, todos os profissionais de saúde deverão apresentar documento (original e cópia) da carteira de registro do Conselho de Classe e também um documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com serviço de saúde ou apresentação de declaração emitida pelo serviço de saúde.

O formulário, o qual deve ser preenchido para a vacinação, solicita dados pessoais como nome, CPF, data de nascimento, sexo, telefone, e-mail, idade, CEP da residência, logradouro (rua), número da residência/prédio, bairro, grupo alvo (faixa etária), entre outros. O objetivo é agilizar o atendimento nos locais de imunização e evitar aglomerações na aplicação das vacinas.

Pontos importantes:

Somente serão vacinados os profissionais de saúde ativos constantes no pré-cadastro realizado junto à Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora.

A veracidade e autenticidade das informações apresentadas para o credenciamento é de sua inteira responsabilidade, sob penas previstas no Art. 299 do Código Penal Brasileiro.

Os profissionais de saúde deverão apresentar documento (original e cópia) da carteira de registro do Conselho de Classe e também um documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com serviço de saúde ou apresentação de declaração emitida pelo serviço de saúde no momento da vacinação.


Fonte: PJF
 
Foto: Divulgação PJF

Leia Mais

Saúde
Ciência