Postado em 19/02/2021

JF: “Gente em Primeiro Lugar” cede instrumentos para alunos de oficinas musicais

A cessão por empréstimo é uma estratégia que visa a contornar as dificuldades surgidas com o ensino remoto.

JF: “Gente em Primeiro Lugar” cede instrumentos para alunos de oficinas musicais
Foto: Reprodução PJF

Trinta e três integrantes das oficinas de violino e de violão do Programa “Gente em Primeiro Lugar”, mantido pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), terão um incentivo a mais nos estudos. A partir da próxima semana, eles receberão os instrumentos para que possam praticar em casa o conteúdo aprendido nas aulas virtuais.

A cessão por empréstimo é uma estratégia que visa a contornar as dificuldades surgidas com o ensino remoto. Antes da pandemia, as crianças, os adolescentes e os jovens praticavam com os instrumentos no Centro Cultural Dnar Rocha, onde aconteciam as oficinas. Em março do ano passado, o espaço foi fechado como parte do protocolo de enfrentamento ao coronavírus.

O empréstimo é comemorado pela dona de casa Andreza Prachedes, moradora do Bairro São Dimas e mãe da estudante Maria Isabel, 14 anos. Ela conta que a adolescente surpreendeu a família, manifestando interesse em aprender a tocar violino. “A questão é que não temos como comprar. Agora, com certeza, o aproveitamento dela será melhor. A possibilidade de ter o instrumento para praticar em casa faz toda a diferença, acaba sendo um incentivo extra.”

Essa também é a opinião da articuladora cultural Silvana de Souza, responsável pela oficina. “Eu fui aprendiz de projeto social e também não tinha condições de comprar o violino. Aprendi com material cedido e, como tive bom desempenho, recebi convite para dar aulas e hoje sou profissional da música. Essa oficina é uma oportunidade para quem pretende seguir carreira profissional ou apenas tocar por amor à música.”

A Oficina de Violino foi viabilizada por meio de parceria da Funalfa e da Associação Cultural Arte e Vida (Acav), responsável pela gestão do “Gente em Primeiro Lugar”, com a Chico Rei, o Instituto Albert Sabin, o Rotary Club JF e o Rodoviário Camilo dos Santos.

A coordenadora-geral do programa, Onély Teixeira, explica que as pessoas matriculadas nas oficinas de violão e violino não precisam se dirigir ao Centro Cultural Dnar Rocha para retirar os instrumentos. “Nossa equipe está fazendo contato com todos os alunos e faremos entrega domiciliar.”

As inscrições para todas oficinas de cultura do “Gente em Primeiro Lugar” continuam abertas por meio do formulário Google.

Fonte: PJF
 
Foto: Reprodução PJF

Leia Mais

Saúde
Ciência