Postado em 16/10/2020

Juiz de Fora avança para a onda verde do Programa Minas Consciente na próxima semana

Até a próxima quarta-feira, seguem valendo ainda as regras da “onda amarela”.

Juiz de Fora avança para a onda verde do Programa Minas Consciente na próxima semana

Em reunião realizada na noite desta quinta-feira, 15, o Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19 definiu que Juiz de Fora avança para a “onda verde” do Programa do Estado Minas Consciente. Tal atitude se deu pelo fato de os dados epidemiológicos do município terem tido queda nas últimas três semanas. O número de casos confirmados caiu 21% em relação ao período anterior.

Na última semana foram 29 novos casos por dia, em média, e na semana anterior a média foi de 36. Além disso, o número de óbitos também sofreu recuo: na semana do dia 28 de setembro foram 20 óbitos, na semana seguinte foram 16 e, esta semana, até esta quinta-feira, são cinco.

Além disso, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) abriu mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Ana Nery. Agora a cidade conta com 183 leitos. “Durante esses sete meses de pandemia, todos os pacientes com Covid tiveram vaga para internação. Graças ao trabalho e empenho de toda a equipe da Prefeitura, não deixamos ninguém desassistido”, ressalta o prefeito Antônio Almas.

Os técnicos da PJF vão estudar todos os protocolos da “onda verde” do Minas Consciente e os da prefeitura, pois pode haver algumas restrições no avanço de onda. Com isso, na próxima quarta-feira, 21, um novo decreto com as deliberações será publicado. Até lá, fica valendo as regras da “onda amarela”.

“É importante frisar que avançar não quer dizer que a pandemia acabou. O indivíduo tem que ter seu compromisso com o coletivo. A única arma que ainda temos é continuar educando a população para o ´novo normal`, ou seja, fazendo o uso de máscara, a higienização correta das mãos e manter o distanciamento social. Se os casos voltarem a subir com a flexibilização, não teremos pudor algum de dar um passo atrás”, enfatiza o prefeito.

Horário de funcionamento de shoppings será ampliado

O Comitê também discutiu a questão de ampliação do horário de funcionamento dos shoppings centers. De acordo com o Minas Consciente, os estabelecimentos poderão funcionar de segunda a sexta, das 11h às 22h, e nos fins de semana, das 10h às 22h. O comitê entendeu que a ampliação é positiva (hoje o funcionamento é das 12h às 20h), pois o tempo maior dilui a entrada das pessoas, evitando aglomerações.

Deliberação 17 é aprovada

Visando aprimorar o combate ao coronavírus em todo o estado, a Deliberação 17/2020 estabelece, no contexto da pandemia, uma série de medidas sanitárias para realização de atividades em Minas Gerais. Na reunião desta quinta, o Comitê Municipal aprovou as modificações realizadas pelo Estado. Com isso, a limitação de concentração de pessoas será feita por metragem, e não mais pela regra que restringe reuniões de até 30 pessoas por evento ou atividade.

Agora, para eventos abertos, a regra será manter o distanciamento de quatro metros quadrados por pessoa. Em locais fechados, a distância obrigatória será ainda maior, de 10 metros quadrados por pessoa. A limitação por metragem tem objetivo de controlar melhor a circulação de pessoas em atividades permitidas no âmbito do plano Minas Consciente.

As alterações, entretanto, não valem para eventos vinculados necessariamente às autorizações municipais, apenas para cursos, reuniões, etc. Isso significa que todo evento ou acontecimento que gere aglomeração de mais de 30 pessoas e precise de alvará municipal, continua limitado a 30 pessoas.

Sinepe/Sudeste apresenta proposta para retorno as aulas

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino da Região Sudeste de Minas Gerais - Sinepe/Sudeste participou da reunião do comitê, apresentando o “Compromisso Público do Sinepe/Sudeste para retomada das aulas presenciais com segurança”. Este documento contém estratégias, planejamento de retorno, informações sobre infraestrutura, treinamento e comunicação a serem implementadas com envolvimento de toda a comunidade educativa. Nesta sexta-feira, 16, a Prefeitura irá criar uma comissão composta por representantes do Sinepe, das secretarias de Saúde e Educação, pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e outros órgãos para, conjuntamente, estudarem protocolos para o retorno desde a educação infantil até o ensino superior. O início dos estudos será apresentado na próxima reunião do comitê, dia 22 de outubro. Não há data, ainda, para o retorno às aulas.

Fonte: PJF
 
Foto: Reprodução PJF