Postado em 22/05/2020

Projeto estimula uso de plantas medicinais em Unidade Básica de Saúde de Viçosa

Horta implantada pela Epamig tem espécies medicinais que estão na lista do programa Componente Verde, da Rede Farmácias de Minas.

Projeto estimula uso de plantas medicinais em Unidade Básica de Saúde de Viçosa

Um projeto da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) tem contribuído para práticas de cultivo e uso de plantas medicinais por usuários de Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Viçosa, município da Zona da Mata mineira. São ações educativas e a implantação de uma horta de plantas medicinais na própria UBS. O trabalho, realizado pela Epamig Sudeste, é feito em parceria com agentes públicos de Saúde do município.

Com objetivo de ampliar opções terapêuticas aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), a Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES) lançou o programa Componente Verde, da Rede Farmácias de Minas. A estratégia adotada pelo Governo do Estado possibilitou o acesso da população a produtos como plantas medicinais in natura, plantas secas, fitoterápicos manipulados, industrializados e medicamentos homeopáticos. O município de Viçosa ainda não possui uma unidade da Rede Farmácias de Minas, mas aguarda o resultado do edital de 2019.

Segundo a pesquisadora da Epamig Maira Christina Fonseca, a horta implantada pela empresa tem 18 espécies medicinais: alecrim, alfavaca, alecrim-pimenta, arruda, arnica, babosa, boldo, camomila, erva-doce, funcho, guaco, hortelã, malva, pitanga, poejo, quebra-pedra, salsa e tansagem. A pesquisadora destaca que essas espécies estão na Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (Renisus) e na lista do programa Componente Verde.

"O projeto mostra o interesse da população local e dos agentes de Saúde em usar plantas medicinais como opção terapêutica. A população começa a interagir e a conhecer trabalhos de pesquisas de várias plantas medicinais realizados por instituições como a Epamig e isso cria uma proximidade entre a instituição e a comunidade atendida", afirma Maira Fonseca.

A pesquisadora da Epamig Wânia dos Santos Neves explica que o projeto foi realizado em etapas. A equipe da empresa promoveu uma roda de conversa com moradores cadastrados na UBS local para verificar o interesse das pessoas, propor atividades e esclarecer as primeiras dúvidas. Em seguida,foi aplicado um questionário aos participantes do projeto para obter diagnósticos sobre o conhecimento das plantas medicinais e informações a respeito das doenças de mais incidência na comunidade.

"Tivemos conversas com 21 pessoas do bairro Santa Clara, em Viçosa, todos usuários da Unidade Básica de Saúde local. A interação mais próxima é essencial para conhecer a realidade da população. Durante as conversas ouvi várias reclamações de dor de garganta, por exemplo. Dessa forma, preparamos mudas de guaco para a horta", conta Wânia Neves.

Outra etapa do projeto consistiu na divulgação do uso correto de plantas medicinais validadas cientificamente. Para essa fase, a equipe da Epamig preparou palestras e realizou visitas técnicas para mostrar práticas de cultivo, modos de secagem, armazenamento e uso das plantas medicinais.

"A pesquisadora Maira Fonseca deu minicursos para ensinar formas de preparo e uso das plantas - tudo bastante ilustrado e com linguagem bem simples. Eu também dei palestras para apresentar as plantas de forma interativa. Nós deixamos os participantes bem livres e avaliamos as maneiras como as plantas medicinais eram utilizadas, se de forma certa ou errada", destaca Wânia Neves.

Ainda segundo a pesquisadora, em grande parte dos casos o conhecimento sobre plantas medicinais é o único recurso terapêutico de comunidades mais afastadas de grandes centros urbanos. Porém, Wânia alerta para as chamadas "fake news", informações falsas sobre o uso de plantas medicinais que são cada vez mais divulgadas para um grande número de pessoas.

"Na horta da Epamig havia uma planta que supostamente curava o câncer. A indicação de uso era tomar o suco batido dessa planta todos os dias. Isso era uma informação falsa. Na verdade, a planta em questão era indicada para cicatrização, ou seja, uso externo. Isso é um perigo, porque sem estudos científicos capazes de comprovar o uso medicinal de determinada planta, o estrago que ela pode causar na saúde das pessoas pode ser grande", conclui Wânia.

Segundo as pesquisadoras idealizadoras do projeto, o principal desafio é manter as hortas ativas depois da primeira colheita. E também levar o projeto para demais municípios interessados na implantação das hortas.

A Epamig publicou recentemente uma Circular Técnica com relatos do projeto de implantação do cultivo e uso de plantas medicinais em UBS do município de Viçosa. Para ler, clique aqui. A empresa é uma vinculada da Secretaria de Agricultura, Pecuária e abastecimento de Minas Gerais (Seapa).

Fonte: Agência Minas

Sesi/Senai oferece cursos gratuitos online


Cursos dão direito a certificado, desde que o aluno atinja 70% de aproveitamento.

Prefeitura de Bias Fortes oferece concurso com 58 vagas


Cargos abrangem diversos níveis de escolaridade e remunerações chegam a R$ 5.252,63.

País tem ao menos 109 concursos com inscrições abertas para mais de 15,4 mil vagas


O Brasil tem pelo menos 109 concursos públicos com inscrições abertas nesta segunda-feira (25) que, juntos, oferecem mais de 15,4 mil vagas. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade. Só na Prefeitura de São Gabriel do Oeste, no Mato Grosso do Sul, há oportunidade com remuneração que chega a R$ 18.536,94. Dentre os concursos federais em aberto, os destaques são para o dos Correios, com 4.462 vagas, e o do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), com 309 vagas. As inscrições vão até o dia 29 de maio para o dos Correios e até o dia 5 de junho para o do Depen.

País tem mais de 100 concursos públicos abertos para 15 mil vagas


Pelo menos 107 órgãos estão com inscrições abertas para vagas em concursos públicos. Ao todo, são mais de 15 mil oportunidades em disputa em todo o país. Há vagas para todos os níveis de escolaridade.

Me inscrevi para um concurso que foi suspenso. E agora?


Diante da pandemia do novo coronavírus, dezenas de concursos federais, estaduais e municipais estão sendo suspensos. No entanto, não se trata de cancelamento, que significa algo definitivo. A suspensão é uma pausa na seleção, com o adiamento das provas por prazo indeterminado. O G1 preparou um tira-dúvidas sobre o assunto para o candidato saber como proceder em caso de suspensão do seu concurso, com a participação de Antonio Batist, especialista em gestão pública e empresarial, e Fernando Bentes, professor de direito constitucional da UFRRJ. Veja abaixo:

Gol abre vagas para trabalhar sem sair de casa: home office


A empresa também procura profissionais para atuar em vários aeroportos do Brasil.

Professores - PJF divulga novas listas para contratação e provas práticas


A Prefeitura de Juiz de Fora deu sequência, nesta quarta-feira (15), às chamadas de professores dos processos seletivos simplificados visando à contratação temporária para atuação no ano letivo de 2020.

PJF divulga resultados de processos seletivos para professores e coordenadores pedagógicos


Foi divulgado pela Prefeitura de Juiz de Fora, nesta quinta-feira (2), os resultados dos processos seletivos simplificados para contratação pela rede municipal no ano letivo de 2020.

Polícia Militar de Minas Gerais publica edital de concurso


São 160 vagas com remuneração inicial de R$ 5.769,42.

18 concursos abrem inscrições para mais de 2,5 mil vagas amanhã (16/12)


Nesta segunda-feira (16), serão abertas as inscrições de 18 concursos públicos de diversos órgãos, que buscam candidatos para preencher mais de 2,5 mil vagas. As oportunidades são para profissionais de todos os níveis de escolaridade, para em 9 estados diferentes (Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo).

18 concursos abrem inscrições para mais de 2,5 mil vagas amanhã (16/12)


Nesta segunda-feira (16), serão abertas as inscrições de 18 concursos públicos de diversos órgãos, que buscam candidatos para preencher mais de 2,5 mil vagas. As oportunidades são para profissionais de todos os níveis de escolaridade, para em 9 estados diferentes (Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo).

País tem quase 17 mil vagas abertas em 150 concursos públicos


Pelo menos 150 órgãos estão com inscrições abertas em todo o país para preencher quase 17 mil vagas. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade. Nesta segunda-feira (25), 11 órgãos abriram inscrições. O maior concurso é o da prefeitura de Potim, em São Paulo. São oferecidas 127 vagas. Veja a lista completa de concursos

Secretário escolar – PJF divulga lista de convocados para contratação


A Prefeitura de Juiz de Fora divulgou, nesta quinta-feira (7), a primeira lista de convocação dos candidatos aprovados no processo seletivo para contratação de Secretário escolar, para atuar na rede municipal.

SDS, Senai e Senac promovem cursos gratuitos


A Secretaria de Desenvolvimento Social, em parceria com o Senac e o Senai, está disponibilizando cursos gratuitos.

22 concursos abrem inscrições nesta semana; veja lista


Ao menos 22 concursos públicos abrem inscrições para preencher mais de 9,8 mil vagas. Há oportunidades para profissionais de todos os níveis de escolaridade, em dez estados. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de postos durante a validade do concurso.

Concursos: 208 seleções estão abertas para preencher mais de 20,7 mil vagas


208 concursos públicos estão com inscrições abertas para preencher mais de 20,7 mil vagas, com oportunidades para profissionais de todos os níveis de escolaridade e em diversos estados. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso. CONFIRA AQUI A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS E OPORTUNIDADES