Postado em 18/09/2019

UFJF sedia 1ª Feira do Livro de Juiz de Fora

A programação é gratuita e é aberta a toda a população.

UFJF sedia 1ª Feira do Livro de Juiz de Fora

Entre os dias 10 e 13 de outubro, a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) irá sediar, pela primeira vez, a Feira do Livro de Juiz de Fora (FLIJUF). A feira acontecerá na Praça Cívica da instituição e terá sua programação integrada com outros dois eventos: o Criança Integração, no sábado, dia 12, e o Domingo no Campus, dia 13. A programação é gratuita e é aberta a toda a população.

A edição de 2019 vai homenagear a educadora e escritora Lúcia Casasanta em uma programação que integra arte e cultura. Em seus quatro dias, a FLIJUF contará com lançamentos de livros, palestras, apresentações de dança, contação de histórias e outras atividades artísticas. Um dos destaques do cronograma é o concurso de redação para alunos de 13 a 18 anos, que vai conferir prêmios e certificados para os primeiros três colocados. Entre os palestrantes já estão confirmados nomes como o da psicóloga e escritora Rosângela Rossi, a professora e escritora Cecy Barbosa e a líder comunitária e Doutora Honoris Causa da UFJF, Adenilde Petrina, fundadora do Slam de Perifa, no Bairro Santa Cândida. A Feira do Livro de Juiz de Fora terá, ainda, duas exposições que valorizam a literatura e a mineiridade: peças do acervo Memórias JF, já premiado duas vezes, e do artista plástico Yure Mendes. O evento ainda aceita inscrições para apresentação de outros projetos artísticos através de seu Instagram.

A Editora da UFJF ? um dos maiores instrumentos de divulgação científica da instituição ? também terá participação importante na FLIJUF. O estande contará com catálogos de pesquisadores da universidade, livros didáticos com aplicação e uso em sala de aula, obras traduzidas de línguas estrangeiras, entre outros. O diretor, Jorge Felz, acredita que a feira de livros é uma forma de a editora ganhar mais visibilidade dentro da comunidade acadêmica e da própria cidade, tal como aconteceu no último evento, o UFJF na Praça. “Em um momento no qual educação está sendo muito discutida, a feira é um fenômeno importante porque as pessoas querem ler. É um momento de facilitar o acesso ao livro, como foi, por exemplo, a última Bienal.”

Uma das idealizadoras e organizadoras do evento, Priscilla Thevenet, diz que um dos objetivos do evento é movimentar o mercado editorial de Juiz de Fora através de uma feira inclusiva, que abrace toda a população, independentemente de classe social, escolaridade ou gênero. “A nossa ideia é trazer uma tendência nacional pra cá, e assim valorizar nossos escritores, artistas e profissionais da cultura. Quem passar pela FLIJUF terá uma imersão em livros, cultura e muita arte.” O diretor da Diretoria de Imagem da Universidade Federal de Juiz de Fora, Márcio Guerra, ressalta a importância da feira. “A Feira vai abrir caminho para outras atividades do tipo: quanto mais outras pessoas lerem e se informarem, melhor”.

A FLIJUF acontece das 9h até as 21h todos os dias, com exceção de domingo, que se encerra às 18h. Outros detalhes da programação e parcerias podem ser encontrados no Instagram da FLIJUF.

Fonte: UFJF