Postado em 11/08/2019

Primeira edição de 2019 do Domingo no Campus da UFJF é marcada pelo clima de confraternização

O evento Domingo no Campus reuniu famílias em comemoração ao Dia dos Pais.

A primeira edição do Domingo no Campus de 2019 ocorreu neste domingo, 11, de 9h às 13h, na Praça Cívica da Universidade Federal de Juiz de Fora. A manhã foi de muitas brincadeiras, músicas e principalmente famílias reunidas, já que a data é especial com a comemoração do Dia dos Pais.



Domingo é dia de família, e com a manhã ensolarada fica mais fácil sair de casa para se exercitar e brincar, como fez o comerciante Élcio Lopes, que veio com seu filho para jogar futebol no campus. Ele ressaltou a importância do evento, destacando suas qualidades como ser um espaço aberto, ao ar livre e gratuito. “Um tipo de lazer que muitas pessoas não têm acesso no dia a dia e que a Universidade nos proporciona”, conta. Élcio também falou sobre estar com seu filho nesta, “é fantástico, é um tempo que a gente tem para desfrutar com os nossos filhos, pois o tempo passa, e eu aconselho a cada pai desfrutar cada minuto”.

A animação ficou por conta do DJ Álvaro Capute e de dois projetos queridinhos das crianças. A contação de histórias da Tia Nilcéia, que participa com frequência do Domingo no Campus, “eu tenho o maior prazer em fazer esse momento com as crianças, e hoje vieram muitos bebês deixando a plateia ainda mais linda. É muito legal essa interação das famílias com as crianças, são sentimentos bons que a gente compartilha, é um momento de alegria, crescimento e eu nem vejo a hora passar”, comemora.



O outro projeto é o de musicalização do Núcleo de Desenvolvimento Musical Funga Alafia, coordenado pelo professor Estevão Maciel. Para ele essa edição foi mais especial, pois estava com seu filho. “Hoje eu estou tendo a oportunidade de estar aqui com meu filho, e em um dia especial como esse, paramos para refletir sobre o posicionamento paterno nas famílias, das mães que viram pais, dos pais que também viram mães, então é um dia de refletir e dia de alegria também”, diz Maciel.

O evento também ainda tem aquelas brincadeiras à moda antiga, e o projeto “Resgate de Brincadeiras de Rua” trouxe futebol de botão, amarelinha e o festival de pipas. Com o céu azul e nenhuma nuvem atrapalhando, quem olhava para cima via o colorido das pipas, e o mais importante além das brincadeiras, foi a conscientização para não utilização de cerol e linhas chilenas, que são cortantes e proibidas por lei. O idealizador do projeto, Rafael Chaves de Souza, conhecido como Coei, ensinou a fazer e soltar as pipas e fez ressalvas sobre a prática. “É uma brincadeira barata e divertida, que muitas crianças nunca brincaram, seja por falta de locais seguros ou por não terem onde comprar, e aqui elas têm essa oportunidade. Lembrando sempre que não é legal o uso de cerol”, completa.



As brincadeiras não eram só para as crianças, muitos pais também se divertiram no Domingo no Campus. O bancário Carlos Edson de 60 anos passou a manhã jogando futebol de botão e comentou que foi muito bom reviver o futebol de botão. “Eu jogava na minha adolescência, com 15 anos, e hoje estou aqui com 60, então é muito gratificante”. Carlos também estava com a sua família e reforçou que no Dia dos Pais é sempre uma honra estar com os filhos. “Hoje estou aqui com meu filho que estudou na UFJF, então a Universidade proporciona muitos bons momentos para a família”. Os presentes participaram também de várias oficinas e brincadeiras, como as de ginástica para a terceira idade, bordado, montagem de brinquedos com material reciclável, e pintura facial. O próximo Domingo no Campus será dia oito de setembro.

O Domingo no Campus é realizado com verbas de emenda parlamentar da deputada federal Margarida Salomão (PT-MG).


Fonte: UFJF