Postado em 15/05/2019

Polícia Civil vai a Linhares-ES e prende mais um suspeito envolvido no duplo homicídio ocorrido em distrito de Muriaé

Outras quatro pessoas já haviam sido presas e segundo o delegado da Polícia Civil, o capixaba era a última peça do quebra-cabeça.

Polícia Civil vai a Linhares-ES e prende mais um suspeito envolvido no duplo homicídio ocorrido em distrito de Muriaé








A Polícia Civil que atua em Muriaé foi até a cidade de Linhares, no estado do Espirito Santo, para prender a última peça do quebra-cabeça da operação Nosferatu / The End, que em inglês significa “O fim”.

Com o apoio da Polícia Civil do ES, um homem de 26 anos foi preso dentro de sua casa. Ele é suspeito de ter participado no duplo homicídio ocorrido no dia 18 de abril, onde duas pessoas foram encontradas carbonizadas dentro de um carro, numa estrada rural, próximo ao distrito de Itamurí.

De acordo com as investigações, conduzidas pelo Delegado de homicídios, Tayrony Espíndola, o suspeito teria participado ativamente da execução das Vitimas, inclusive, utilizando seu próprio veículo.

Outras quatro pessoas já haviam sido presas e segundo o delegado, o capixaba era a última peça do quebra-cabeça. “O Crime foi planejado e executado com requintes de extrema crueldade contra as Vítimas, que foram surpreendidas numa emboscada macabra, sem qualquer chance de defesa”, afirmou Espíndola.

Durante seu depoimento, o autor confessou a prática criminosa, dando detalhes do duplo homicídio.

Parceria com a Polícia Civil capixaba

Através de levantamentos e trabalho de Inteligência os agentes conseguiram chegar até o Município de Linhares-ES, onde estaria um Trator roubado em Miraí e recuperado na ação, que serviu como pano de fundo para atrair e emboscar as vítimas.

Através de mais uma parceria bem sucedida com a Polícia Civil Capixaba, através dos delegados Romel Júnior e Leandro Esperandil, os agentes de Muriaé monitoraram silenciosamente os passos do investigado, até o momento exato e preciso da abordagem, que contou com todo o apoio logístico da 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil daquela localidade.

O suspeito foi trazido para Muriaé, local onde ocorreu o crime e que permanecerá preso.



Fonte: Rádio Muriaé