Postado em 14/05/2019

Cesama já implantou 85% dos interceptores de esgoto na Av. Brasil em JF

A intervenção faz parte das obras de despoluição do Rio Paraibuna e prevê a implantação de um total de 1.400 metros de tubulação no trecho entre a PJF e o Terreirão do Samba.

Cesama já implantou 85% dos interceptores de esgoto na Av. Brasil em JF

A Companhia de Saneamento Municipal (Cesama) já concluiu cerca de 85% dos trabalhos de implantação das redes interceptoras de esgoto na Avenida Brasil, no Centro. A intervenção faz parte das obras de despoluição do Rio Paraibuna e prevê a implantação de um total de 1.400 metros de tubulação no trecho entre a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e o Terreirão do Samba, onde estão focadas as ações.

Por se tratar de via movimentada, a Cesama optou por utilizar uma tecnologia inovadora, conhecida como “método não-destrutivo”, na qual a rede é implantada através de túneis subterrâneos, sem a abertura de valas diretamente no asfalto. “Devido a sua própria natureza e logística, trata-se de uma obra com o ritmo mais lento, mas que evita maiores transtornos para o trânsito e o meio ambiente, o que é essencial em uma via de grande fluxo de veículos como a Avenida Brasil”, explicou o diretor de Desenvolvimento e Expansão da Cesama, Marcelo Mello do Amaral.

Segundo Marcelo, trabalhar com o método usual de recorte no asfalto se mostrou inviável, uma vez que seria necessário interditar totalmente trechos da avenida: “estamos utilizando tubulação de grande porte, feita de concreto, com 1,20m de diâmetro. Assim, optamos pela escavação do túnel, que nos garantiu a profundidade necessária, além de apresentar um custo mais competitivo, quando todos os aspectos envolvidos são analisados”.

O diretor detalha, ainda, o fato de que as escavações neste trecho da Avenida Brasil são difíceis, em virtude da diversidade da composição do solo local, que já foi leito do Rio Paraibuna. “Depende das condições do solo que encontraremos pela frente, mas nossa expectativa é concluir essa intervenção na via até o final deste ano”, previu.

Orçado em mais de R$ 130 milhões, o conjunto de obras de despoluição do Paraibuna abrange a implantação de aproximadamente 40 quilômetros de tubulação ao longo das margens do rio e dos principais córregos da cidade. Além disso, já foi inaugurada nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no Bairro Granjas Bethel. Outra será construída no Bairro Santa Luzia, com ampliação das unidades em Barbosa Lage e Barreira do Triunfo.


* Informações com a Assessoria de Comunicação da Cesama, pelo telefone 3692-9179.



Fonte: PJF