Postado em 10/02/2019

Homem é preso em Santana de Cataguases suspeito de agredir duas mulheres

Segundo a PM, o homem também é suspeito de ter colocado fogo na casa onde residem.

Homem é preso em Santana de Cataguases suspeito de agredir duas mulheres








Uma casa onde residem três pessoas pegou fogo na manhã deste sábado, 09 de fevereiro, em Santana de Cataguases. Além disso, as duas mulheres que moram no imóvel foram encontradas feridas pelos policiais militares que assumiram a ocorrência, suspeitas de terem sido espancadas pelo companheiro de uma delas. O caso foi registrado como lesão corporal, sendo que ele é também suspeito de ter provocado o incêndio no imóvel, apesar de ter negado, ainda conforme o registro oficial. As chamas não chegaram a provocar danos graves e foram contidas pelo Corpo de Bombeiros de Leopoldina que, após vistoria, informou que a casa não corre o risco de ruir.

De acordo com a Polícia Militar, no imóvel residiam um homem de 25 anos que seria companheiro de uma das vitimas, de 43 anos, e também a filha dela, de 14 anos. Elas relataram aos militares terem sido ameaçadas por ele e saíram de casa. Pouco tempo depois, souberam que o imóvel estava em chamas e voltaram ao local para recuperar os pertences pessoais e salvar o que fosse possível. Porém, ainda conforme a mulher mais velha, ao chegarem no local, foram agredidas pelo homem que estava em casa.

O jovem, entretanto, contou que havia ingerido bebida alcoólica e ao chegar em casa deitou-se em sua cama e dormiu acordando algum tempo depois com a casa em chamas. Ele foi detido e levado para a Delegacia de Polícia Civil em Leopoldina onde prestou depoimento e foi preso enquadrado na Lei Maria da Penha. As mulheres passaram por exames médicos e também foram levadas à Delegacia, prestaram depoimento e foram liberadas. Os militares de Santana de Cataguases contaram com o apoio de uma equipe de Cataguases.



Fonte: Site do Marcelo Lopes