Postado em 10/01/2019

Maduro assume segundo mandato e promete combater corrupção no país

Maduro disse que, no segundo mandato, pretende fazer da Venezuela um lugar melhor para viver, capaz de atrair investidores do mundo inteiro.

Maduro assume segundo mandato e promete combater corrupção no país

Em cerimônia no Tribunal Supremo de Justiça (TSJ), o presidente da Venezuela, Nicolá Maduro, tomou posse hoje (10) para um novo mandato, que se estenderá até 2025. O juramento à Constituição foi feito na Suprema Corte, porque Maduro não reconhece a Assembleia Nacional Venezuelana, dominada pela oposição. Em discurso, Maduro prometeu combater a corrupção e fazer "uma revolução moral" no país.



Para Maduro, a luta contra a corrupção é de toda a sociedade venezuelana, que sofre as consequências dos desvios e da desonestidade. "Esta não é uma luta de Maduro, é uma luta moral de toda a sociedade. Esta luta implica mudança cultural de toda a sociedade", afirmou. "Temos um inimigo a vencer: a corrupção."

Maduro disse que, no segundo mandato, pretende fazer da Venezuela um lugar melhor para viver, capaz de atrair investidores do mundo inteiro. "Não podemos falhar e não falharemos. Juro por minha vida", afirmou.

Sucessor de Hugo Chávez (morto em 2013), Maduro chega ao segundo mandato em meio a uma forte crise econômica, com registros de hiperinflação e desabastecimento de alimentos e combustíveis, e humanitária no país.

Contingentes de venezuelanos têm seguido para os países vizinhos, fugindo do desemprego e da fome.

Maduro foi eleito em maio do ano passado, com 67% dos votos válidos, mas o pleito foi marcado por denúncias de fraude e por uma abstenção de 54%.

O presidente venezuelano rebate as acusações, dizendo que as disposições constitucionais foram cumpridas e que seu mandato é legítimo. "Estou de pé para democraticamente tomar as rédeas de nosso país em direção a um destino melhor", afirmou. "Aqui estou, assumindo a Presidência da República para o segundo período, por ordem do povo."



Fonte: Agência Brasil