O pastor evangélico Francisco Leite, que foi convidado para participar da celebração da missa de Cinzas, na quarta-feira (17), em Jundiaí (SP), descreveu como 'desproporcional' a repercussão do caso.

'Eu dei a saudação, falei sobre a campanha da fraternidade ecumênica e fui muito bem acolhido. Depois disso, surgiu algo que a gente entende ser desproporcional, mas não quero me aprofundar sobre o assunto', diz. (Foto: Arquivo pessoal/G1) Leia Mais
Postado em 21/02/2021
Saúde
Ciência