As investigações da Polícia Civil apontam que o assassinato do padre Adriano da Silva Barros foi planejado para quitar dívidas com traficantes do Rio de Janeiro. O crime ocorreu na terça-feira (13) e um suspeito, que confessou o crime, foi preso no dia seguinte. (Foto: Divulgação/G1) Leia Mais
Postado em 17/10/2020