A Câmara Municipal derrubou, durante sessão na noite de quinta-feira (30), os dois vetos do projeto de lei14.063, que caracteriza celebrações religiosas como atividade essencial durante estados de calamidade pública ou emergência em Juiz de Fora.

Agora, a proposta segue de volta para o Executivo, que tem 48 horas para sancionar a lei. Caso não o faça, compete ao presidente do Legislativo,promulgá-la e publicá-la. Leia Mais
Postado em 31/07/2020