Depois de ir parar na UTI e ficar mais de dez dias internada em um hospital de Joanesburgo, na África do Sul, para tratar uma malária cerebral, a cozinheira de Juiz de Fora Therezinha Regina da Silva Souza, 52 anos, conseguiu retornar para sua casa no último fim de semana. “Minha mãe ainda está fraca e debilitada, agora será acompanhada por médicos especialistas aqui no Brasil. Agradecemos a cada um por todas as orações direcionadas a ela. Que Deus os abençoe abundantemente”, declarou a filha, a recepcionista Natália Carolina Silva Souza, 32. A vaquinha on-line, criada pela família para ajudar nos custos do tratamento no hospital particular Arwyp Medical Centre, em Kempton Park, para onde a vítima foi levada às pressas após passar mal no Aeroporto de Joanesburgo quando regressaria, no último dia 28, segue até 10 de dezembro. O objetivo é arrecadar R$ 80 mil. Na tarde desta segunda-feira (11), o valor estava em torno de R$ 22 mil, ou quase 30% da meta. Leia Mais
Postado em 11/11/2019