Em cinco meses de investigações, a polícia de São Paulo já verificou quase 300 endereços em dez estados do Brasil e em dois países da América do Sul sobre os possíveis paradeiros do assassino de Rafael Miguel e dos pais dele.

Todos os endereços foram verificados, inclusive na Argentina e no Paraguai. Até a publicação desta reportagem Paulo Cupertino Matias não havia sido encontrado ou preso pelas autoridades.

O empresário de 48 anos é procurado desde que matou a tiros o ator de 22 anos e o casal João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, 50, no último dia 9 de junho na Zona Sul da capital. Leia Mais
Postado em 09/11/2019