Foram as fortes dores de cabeça que levaram o encarregado de construção civil, Elivelton Xavier, 27 anos, a descobrir que tinha um glioblastoma (GBM) – um tumor maligno cerebral, em setembro do ano passado. Foram muitas idas ao Hospital de Pronto Socorro (HPS) e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), até que ele chegasse às mãos de um neurologista e ao diagnóstico. Mesmo após passar por procedimento cirúrgico, Elivelton precisa seguir o acompanhamento médico e a realização de exames periódicos, o que tem gerado muitos gastos para a esposa que, com a ajuda de amigos, realiza uma campanha de financiamento coletivo, disponível no link, com o intuito de tornar o tratamento menos extenuante para ele. Leia Mais
Postado em 13/08/2019