A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Juiz de Fora instaurou procedimento, nesta terça-feira (11), para apuração de um suposto caso de estupro de vulnerável, ocorrido dentro da biblioteca de uma escola pública na Zona Leste de Juiz de Fora. Os pais de uma menina, de 11 anos, denunciaram que ela foi ameaçada e obrigada a fazer sexo oral em um adolescente, 12, no último dia 3, enquanto participava de uma aula, na qual era exibido um filme. Os nomes da vítimas e de seus familiares, assim como da escola onde o fato foi registrado, não serão divulgados com o objetivo de proteger as partes envolvidas.

De acordo com a titular da unidade policial, Carolina Gonçalves Magalhães, a vítima, que é estudante da 6ª série do ensino fundamental, prestou depoimento e relatou que teria sido obrigada por meio de grave ameaça a praticar sexo oral, porque o suspeito teria dito que iria matar sua família. Leia Mais
Postado em 11/06/2019