Sobreviventes do carro fuzilado por militares do Exército em Guadalupe, no último domingo (7), contaram ao Fantástico detalhes inéditos sobre o crime que matou o músico Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos. Entre outros detalhes, eles contam que o carro estava em baixa velocidade quando começou a ser atingido, e que foi alvejado mesmo parado.

Militares dispararam ao menos 83 vezes contra o carro em que estava Evaldo e sua família, segundo peritos da Delegacia de Homicídios. Cinco pessoas estavam no carro e iam para um chá de bebê. A mulher de Evaldo, Luciana, o filho do casal, de 7 anos, e Michele, amiga de Luciana, não se feriram.

Sérgio Gonçalves de Araújo, padrasto da mulher de Evaldo, foi baleado nos glúteos e seu quadro é estável. Leia Mais
Postado em 14/04/2019