A redução da produção de minério de ferro da Vale deve ter um impacto devastador para Minas Gerais e, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o efeito para a economia brasileira também é considerável.

Cálculo feito a partir do peso da indústria extrativa no Produto Interno Bruto (PIB) mostra que o corte estimado pela Vale de 92,8 milhões de toneladas de minério - 23% da produção do País - deve gerar um impacto de 0,2 ponto porcentual no PIB nacional em 2019. Ou seja: considerando a média das estimativas para o avanço da economia este ano (que é de quase 2%), 10% do crescimento deve se perder na esteira da tragédia de Brumadinho, que deixou 277 vítimas, entre mortos e desaparecidos. Leia Mais
Postado em 14/04/2019