O Ministério Público (MP) de São Paulo vai apurar se uma organização criminosa na internet está por trás do massacre em Suzano, ocorrido nesta quarta-feira (13). Outras linhas de investigação também são verificadas.

Dois assassinos mataram uma pessoa numa loja de carros, sete na Escola Estadual Professor Raul Brasil e depois se mataram. Outras 11 pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave

Um promotor do júri e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ambos do Ministério Público, querem saber se Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, foram incitados ao crime por membros do fórum Dogolachan na 'deep web', um segmento da internet que não pode ser encontrado por buscadores como o Google. O acesso precisa ser intermediado por uma rede chamada 'Tor', que busca garantir o anonimato do responsável pelo site e todos os visitantes. Leia Mais
Postado em 14/03/2019