O rompimento da barragem da mineradora Vale na Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, que somava até a tarde deste sábado 157 mortos e 182 desaparecidos, aumentou a preocupação das comunidades que vivem no entorno de reservatórios que armazenam rejeitos. Em Juiz de Fora, duas estruturas administradas pela Nexa Resources, antiga Votorantim Metais, são responsáveis por condicionar resíduos industriais: a Barragem dos Peixes, atualmente inativa, e a Barragem da Pedra, em fase final de obras de ampliação da capacidade de armazenamento. Ambas estão localizadas próximas à planta da empresa no Bairro Igrejinha. No entanto, faltam esclarecimentos para a comunidade do entorno sobre as condições de segurança e as orientações em caso de ruptura. A Tribuna visitou os bairros da região e conversou com os moradores, que relataram medo e insegurança diante da falta de informações. Leia Mais
Postado em 10/02/2019