O agressor do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira, passou na segunda-feira (3) por um exame psiquiátrico determinado pela 3ª Vara da Justiça Federal de Juiz de Fora (MG).

Dois médicos indicados pelo juiz responsável pelo inquérito, Bruno Savino de Souza, estiveram no presídio federal de Campo Grande (MS) e aplicaram os testes. Eles devem entregar o laudo chamado 'incidente de insanidade' em até dez dias. O processo corre sob sigilo há quase dois meses. Leia Mais

Postado em 06/12/2018