A realização de cirurgias bariátricas, popularmente conhecidas como cirurgias de redução de estômago, foi suspensa pelo Hospital Maternidade Therezinha de Jesus (HMTJ). A instituição era a única credenciada para realizar o procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Juiz de Fora. A medida foi tomada porque, segundo o hospital, a verba repassada pelo Governo federal para cobrir o custo por cada paciente, cerca de R$ 6.500, não era suficiente para arcar com os gastos totais da cirurgia, incluindo pré e pós operatório e o procedimento em si.

Por contrato, o hospital deveria operar oito pacientes por mês, recebendo, desta forma, R$ 52 mil do Governo federal. No entanto, de acordo com a entidade, o custo total para atender este número de pacientes seria de cerca de R$ 80 mil. Leia Mais

Postado em 10/10/2018