Quem nunca teve que passar pelo momento horrível de sentir que seu coração está partido por ter perdido alguém que você ama? Se você conhece essa sensação, então, sabe como dói. No entanto, sabia que é possível morrer de coração partido?

Ao ouvir essa afirmação pela primeira vez, a verdade é que pensamos mais em uma tragédia grega do que algo que pode ocorrer na vida real. No entanto, a ciência, sempre inovadora, parece ter descoberto que isso é possível.

Embora a síndrome do coração partido já fosse algo conhecido, agora há novos dados que reforçam ainda mais os efeitos devastadores da perda, sejam físicos (através da morte) ou emocionais (a causa de uma ruptura, por exemplo). Esse transtorno afeta sobretudo as mulheres, embora a “preferência” por esse gênero ainda não tenha sido provada. Leia Mais
Postado em 25/09/2018

Vaporizadores ajudam a parar de fumar? Ele é discreto e cabe no bolso. Como não produz cinza e a fumaça não tem aquele cheiro que fica impregnado na roupa e no cabelo, dá a impressão de ser “menos pior que o cigarro”. Mas será que isso é verdade? Só no último ano, segundo a agência de saúde britânica, a engenhoca ajudou 20 mil pessoas a largarem o cigarro. Seria uma espécie de política de redução de danos.

Apesar de o vapor do cigarro eletrônico ter menos substâncias tóxicas que a fumaça do cigarro comum, esse vapor contém compostos químicos cancerígenos, partículas finas que inflamam os pulmões, nicotina, metais pesados e aromatizantes, que também levam a doenças pulmonares. Leia Mais

Postado em 25/09/2018