Um decreto que limita a oferta de serviço funerário em Juiz de Fora é alvo de questionamento. Segundo apurou o MGTV, a determinação gerou confusão em um hospital da cidade quando a família de uma paciente, que morreu no local, tentou levar o corpo para São João del Rei.

Em depoimento à equipe de reportagem, Eliane Cerqueira relatou que a liberação do corpo demorou cerca de 5h porque, em função do decreto, o hospital não aceitava o atendimento de uma funerária que não fosse de Juiz de Fora. Leia Mais

Postado em 11/07/2018

JF: Buraco cede e moradores temem por infiltração nas casas A Cesama foi procurada, e hoje pela manhã um técnico foi enviado ao local para vistoriar o problema e apontar as soluções. Leia Mais

Postado em 11/07/2018