Em tempos de uso pesado da tecnologia e de inúmeros dispositivos ligando nossos hábitos diários à internet, o tema proteção de dados pessoais e corporativos vem à tona sempre.

E talvez você não se dê conta de quão conectado ao mundo digital você está, principalmente pela dependência cada vez maior das inúmeras redes sociais. Do Facebook, Twitter ao Instagram, passando pelo WhatsApp, seus rastros digitais estão fragmentados por toda a web.

Portanto, vale ficar atento aos caminhos trilhados nesse mundo virtual. Pensando nisso, o coordenador do curso de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Achiles Batista Ferreira Junior, listou alguns cuidados básicos para proteger seus dados pessoais ou, pelo menos, minimizar as possibilidades de uso indevido dos mesmos. Leia Mais
Postado em 01/07/2018

Criador de grupo de WhatsApp pode ser processado por ofensas Administradores de grupos de WhatsApp estão de cabelo em pé. Em uma nova decisão, desembargadores da 34ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenaram, por unanimidade, a gestora de um grupo do aplicativo a pagar R$ 3 mil por danos morais a uma mulher ofendida por outra integrante do mesmo grupo, ao ser chamada de 'vaca'.

No acórdão, o desembargador Soares Levada alegou que a administradora, que recorre da sentença, não coibiu a ofensa. O assunto tem provocado controvérsias. Segundo o Superior Tribunal de Justiça (STJ), crimes cibernéticos no Brasil já atingem anualmente 62 milhões de pessoas.

O assunto divide opiniões. 'Não concordo em responder por atitudes de terceiros', opina o fotógrafo Wallace Feitosa, administrador de dois grupos. Ele diz que, às vezes, se sente como um 'padre no confessionário'. 'Vira e mexe, as partes que trocam farpas, especialmente por política e futebol, me acionam no privado. Cada um com sua versão. Tem que ter manha para apaziguar os ânimos', pondera. Leia Mais

Postado em 01/07/2018